Noroeste Paulista – II Conferencia Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário.

Foi realizada em Jales, dia 13 de junho, com a participação de 26 cidades que compõe o Território Noroeste Paulista, a etapa regional da II Conferência Nacional.

O Setorial Agrário do PT de São Francisco esteve presente, representado pelo Secretário Municipal de Agricultura, Indústria, Comércio e Meio Ambiente, Nairço Soares e pelo Coordenador Regional do Setorial Agrário da EPS/PT – Esquerda Popular Socialista, Arnaldo Murilo Silva Pohl.

Mesa de Abertura da Conferencia do Território Noroeste Paulista

Mesa de Abertura da Conferencia do Território Noroeste Paulista

Os debates aconteceram durante todo o dia.

Os delegados formaram grupos de debate para a elaboração de propostas regionais

Os delegados formaram grupos de debate para a elaboração de propostas regionais

Depois de aprovadas as propostas na Plenária Final aconteceu a eleição dos Delegados do Território Noroeste Paulista à Conferência Estadual.

A representatividade territorial foi expressa pela ampla participação

A representatividade territorial foi expressa pela ampla participação

Os delegados foram eleitos.

Os delegados eleitos para a Conferencia Estadual

Os delegados eleitos para a Conferencia Estadual

Anúncios

O ENCONTRO MUNICIPAL DE 2012

Foram intensos os debates travados no encontro. Ao final a militância decidiu com 96% dos votos pela coligação com a oposição na eleição majoritária e lançamento de chapa própria do Partido dos Trabalhadores para Vereadores. O número de filiados presentes superou mais de 60% dos PeTistas aptos à votar.

O dado novo criado pelo lançamento da candidatura unitária da oposição ao Projeto de continuidade Demonotucano é, que pela primeira vez, a eleição já começa polarizada. E resultou no lançamento da Carta aberta.

Carta aberta ao povo de São Francisco.

 

Pedimos um momento de sua atenção. Aproximam-se as eleições 2012. Nosso objetivo é apresentar nosso olhar, propor algumas reflexões.

O Partido dos Trabalhadores – PT, através do Presidente Lula e agora da Presidenta Dilma, vem governando nosso país cumprindo os compromissos históricos de combate à pobreza, de resgate da esperança de um futuro melhor para nossos filhos, e de um presente melhor para todos. Defendemos nosso povo, um povo pobre e trabalhador, que todos tenhamos respeitados nossos direitos.

As forças conservadoras brasileiras estão organizadas na oposição ao Governo Dilma, especialmente no PSDB (tucanos) e no DEMOCRATA – DEMO, e buscam a retomada do projeto neoliberal, que favorece aos grandes e penaliza os humildes, serve aos interesses estrangeiros em detrimento da soberania nacional. São chamados corretamente de capitalistas, pois servem aqueles que têm capital, os grandes.

São Francisco tem sido governado pela elite conservadora DEMOTUCANA. Ora se xingam, ora se juntam, ao sabor de suas próprias conveniências e interesses. O povo precisa sair em busca de trabalho, do pão digno, fora de São Francisco. Enquanto isso meia dúzia de famílias enriquecem cada vez mais e controlam o Poder Público na cidade.

Na eleição majoritária (Prefeitura) unimos nossas forças e perfilamos com a oposição em São Francisco. Nossa coligação, Administração Popular São Francisco para Todos é formada pelo PT, PSD, PSB, PTB e PP. Todos são partidos da base aliada do Governo Dilma. Apoiamos como candidatos Mauricio e Adão Baiano para prefeito e vice, com o número 55.

Na eleição para a Câmara Municipal (proporcional) nos apresentamos com cinco candidatos próprios do PT – 13, sem coligação. Nossos candidatos são o Dioniso do Conselho Tutelar, a Nair do Biscoito, o Nairço da Boiadeira, a Vera do Chocolate e a Vergínia… a turma do 13.

Pedindo sua licença para, olho no olho, apresentarmos nossas propostas, em sua residência. Desejamos que nossa cidade possa progredir e distribuir renda, melhorar, assim como o Brasil está progredindo. Propomos que o povo de São Francisco ajude ao Governo Dilma e aceite ser mais ajudado pelo Governo Federal.

Não venda ou troque seu voto por favores. O voto não tem preço, tem conseqüências. Vote PT, Vote 13.